Dei e me apaixonei pela minha amiga( continuaçao ).

Já que vim aqui contar o que aconteceu, volto para contar o que está acontecendo. Depois que transei com minha amiga em janeiro fiquei obcecada por ela, não conseguia fazer mais nada. Na realidade hoje percebo que já estava apaixonada por ela há muito tempo só não sabia, achava que era só sacanagem, mas o Universo sempre conspira a nosso favor e mais uma vez ele me ajudou. A Daniela ficou me evitando durante esses meses, não veio mais a minha casa e nem me ligava mais, mas não deixei de procurá-la, quase todos os dias ligava nem que fosse pra desejar bom dia e ratificar o que estava sentindo. Como a conheço desde o colegial, há mais de vinte anos, sei como ela é quando está apaixonada e tinha certeza de que ela estava, pelo menos, interessada em mim. E não é que ela se separou, fui bem egoísta, fiquei super feliz quando soube, pela minha irmã, que ela tinha voltado pra casa da mãe, não me contive mandei flores e disse que esperaria o momento dela pra que pudéssemos conversar melhor, e que antes de qualquer coisa seria sempre amiga dela e que se precisasse eu estaria a disposição mesmo que fosse para ouvi-la falar de outra mulher, ela riu, agradeceu e disse que a relação estava desgastada, por isso estava bem. Da minha parte também decidi conversar com meu marido e disse que já estava na hora de seguirmos nossos caminhos, na realidade não estávamos felizes juntos há alguns anos, vivíamos relativamente bem, mas sem paixão, sem interesse, acho que o que ainda era bom era o sexo e nossos meninos, sendo que os filhos sempre serão nossos, agora se o desejo sexual não rolava mais, não tinha porque continuarmos juntos, por fim ele concordou, mas quis saber se tinha me interessado por alguém, lógico que neguei, até porque só tinha saído uma vez com meu novo e apaixonante amor. Embora falasse com ela quase todos os dias, não comentei sobre a minha separação. Antes do feriado prolongado liguei para ela que perguntou pela minha família, pelos meus filhos, pelo meu marido, o que iríamos fazer, foi quando aproveitei a deixa e disse que agora ele era ex-marido e que já tinha uma semana que ele tinha saído de casa, que na hora foi doloroso mas assim que ele saiu me senti muito bem, livre, dona da minha vida, cheia de novas possibilidades, ela ficou surpresa pois não acreditava que eu teria coragem, respondi que adoraria mostra-la toda minha coragem, por fim disse que queria vê-la, que estava com muitas saudades e que agora ela não tinha porque fugir, estávamos livres, desimpedidas e apaixonadas, como dizia Oscar Wilde, “a única forma de se livrar de uma tentação é sucumbindo a ela” e foi exatamente isso o que propus, que vivêssemos essa tentação para ver o que iria acontecer e ela finalmente concordou. Deixei as crianças com o pai na Semana Santa, fiquei de pega-los no domingo antes do almoço e fui viajar com ela. Engraçado que a gente se conhece há tanto tempo e agora quando a vejo me dá um frio na espinha, fico tremula, meu coração dispara, caramba me sinto com 15 anos e o bom é que é recíproco. Passei na casa dela na 4ª feira à noite e foi deliciosamente emocionante vê-la, não quis nem saber, assim que ela entrou no carro me joguei nos braços dela e pedi um beijo, pois estava desde janeiro sem beijar na boca, ela riu e me beijou melhor que da primeira vez, agora não era só tesão, estávamos envolvidas e nesse envolvimento transamos dentro do carro, noooossa era tanta saudade, ela foi me acariciando os seios, beijando meu pescoço, lambendo meu ouvido e eu totalmente entregue, lágrimas rolavam pelo meu rosto e eu não sabia se era de saudade, de emoção, de medo de ser evitada, dela não me querer, de felicidade, ou tudo isso e ela lambia minhas lágrimas me beijava com tanta vontade e isso me dava uma segurança, uma força, não lembro de ter ficado/sentido algo assim com/por alguém. Ela tirou minha blusa e chupou meus seios com um vigor, putz, que delícia, disse que sonhava quase todos os dias com isso, minha calcinha já estava ensopada, meu grelo pulsava doido pra ser engolido por aquela boca deliciosa e eu dizia que ela era o meu melhor macho, mas que também queria senti-la e tirei a blusa dela, adorei sentir a pele dela, macia, cheirosa, lisinha, fiquei mais excitada ainda, ela começou a desabotoar minha calça pois queria me ter ali mesmo, mas fiquei com receio, pois embora meu carro tenha insulfilme, estávamos quase em frente à casa da mãe dela, mas ela não quis saber e disse que precisava me possuir naquele momento, que queria que eu fosse sua, que eu gozasse ali, naquele momento e eu me permiti tudo, fiquei nua pra ela e ela me acariciava a boceta, massageava meu grelo, que estava inchadíssimo, enfiava os dedos em mim e depois os chupava, dizia que queria sentir meu cheiro, meu gosto, acariciava meu cu que ela havia descabaçado da primeira vez que saímos, sentei no colo dela de frente pra ela e ela beijava minha barriga, mordiscava, lambia e sugava os meus seios, arreganhava minha boceta acariciando, dedando, apertando, dizendo que agora eu era mulher dela, que era a puta, a vadia, a cadela dela e que iria fazer o que ela mandasse, dizia que estava fascinada por mim, que tinha adorado meu gosto, meu cheiro, que iria me comer de todas as formas e por isso tinha se afastado, pois não conseguiria ficar perto de mim sem me tocar, sem me sentir, acabei gozando super gostoso, com ela é tudo tão gostoso, fico tentando me segurar mas não consigo, gozo super rápido. Ainda fui pelada até a região dos lagos, por ordem dela, e ela só me bolinando, nunca me imaginei fazendo isso e estou adorando. Engraçado é que não me sinto em uma relação proibida, a nossa viagem foi ótima, fomos à praia, comemoramos nosso inicio de namoro com muito sexo, cada vez melhor devido a maior intimidade que estamos adquirindo. Não tenho idéia de quantas vezes gozei naquela boca, assim que chegamos na casa ela me chupou, me botou de quatro e foi me fodendo nessa posição, que DELÍCIA sentir a lingua preenchendo toda minha xota e passando a pontinha da língua no meu grelo duríssimo, claro que gozei rapidinho. Eu adoro amamentá-la e ela adora me comer, me chupar. Quantas vezes eu acordo sentindo aquela boca gostosa me comendo, aquela língua que já conhece cada parte do meu corpo me penetrando, aquele toque que me arrepia, me faz estremecer. Estou maravilhada. Já contei para algumas pessoas, entre elas minha irmã e meu irmão e umas amigas, o próximo passo é conversar com o restante da minha família e meus filhos. Quanto ao pai deles, gostaria de contar quando ele já estivesse com alguém, acho que se ele estiver envolvido por alguém será mais fácil, até porque ele a conhece, só quero que ele aceite numa boa e não me crie problemas com os meninos. Bom, estamos namorando e estamos super felizes, parece que fomos feitas por encomenda, uma para a outra.

1 comentários:

Melissa Jazmín disse...

Essa grande peituda fode em um ménage safado, três porno stars safadas se divertindo no chuveiro


Lisa Ann e Rachel Starr são muito boas no boquete, Lisa Ann está de volta para uma cena de sodomia pornô


Mega bukkake no gangue-bangue, Morena adolescente em um gangue bangue interracial, Dupla-penetração maluca para uma loira


Porno amador de gostosa dando cu de ladinho, Caroline Brasileira de Osasco engolindo cacete, Chupando cacete do amigo


Esposa vagaba fodendo muito de quatro, Amadora rabuda dando o seu cuzinho apertado, putinha novinha dando pro cunhado


Mãe safada dando para os dois amigos do filho, Filho da puta fodendo a mãe do amigo,Mãe bateu punheta para o filho no banho e chupou


Assistindo: Dona de casa gangbanged por construção sexo anal - Pornô e Sexo, Sexo e putaria em família – vídeos de incesto


Assistindo: Dois paus grande brasileiros em seu ânus juntos - Pornô e Sexo, Mãe chupando a filha novinha virgem de 18 anos


filha pega o celular da mãe e descobre que o pai é corno do tio e que o corno do pai n, Filho fode sua propria mãe enquanto ela dorme


Morena mulher peituda no banheiro comendo pau para cum, Assistir Porno vários bebês dando handjobs até que eles estão cheios de cum


Beber Xixi Peituda Amador online pornographic movie, Bebidas vagabunda homens asiáticos fazer xixi em uma orgia


Sexo proibido com uma estudante no ônibus, Estudantes brasileiros fazendo sexo em publico dentro do ônibus escolar


Sexo a três amador com duas mexicanas anônimas, Modelo mexicana transando com o namorado, O lutador mexicano fode a namorada na bunda

 
©2009 Casa dos contos eróticos 1.0 | by TNB